Quanto medem os atletas da ginástica artística e por que eles são tão baixinhos?

por | ago 11, 2016 | Saúde

https://www.instagram.com/p/7s1PTWJUMt/?hl=pt-br

https://www.instagram.com/p/BAlBm5mJUCZ/

Flávia Saraiva, Arthur Zanetti, Daniele Hypolito e Simone Biles: se você acompanha a ginástica artística, provavelmente já reparou que eles têm o comum o fato de serem todos baixinhos. Mas será que isso é apenas uma coincidência ou o esporte tem mesmo um impacto sobre o crescimento?

Altura dos atletas da ginástica olímpica 

gettyimages

Necessidade para o esporte 

O médico do esporte Pablius Braga, do Centro de Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital 9 de Julho (SP), conta que que os atletas da ginástica artística têm que ser baixos para executar boa parte dos movimentos da modalidade.

gettyimages

“Para dar tantos giros e mortais no ar, uma pessoa de 1,85 m precisaria lançar seu corpo a uma altura muito maior que uma pessoa de 1,50 m, por exemplo”, explica. Ter uma altura menor permite que o atleta execute uma maior quantidade de elementos enquanto estiver no ar, agregando pontos à sua apresentação.

Além disso, a agilidade e a rapidez, características mais comuns em pessoas pequenas, são requisitos fundamentais para o esporte.

gettyimages

Impacto causado pelos movimentos 

O especialista explica também que os saltos da ginástica artística causam um impacto grande em articulações como tornozelo, joelho e quadril. “Essa sobrecarga causa microtraumas na parte do osso responsável pelo seu crescimento”, conta. “Antes que o próprio corpo consiga reparar totalmente essas lesões, o atleta estará novamente treinando e descarregando peso sobre as estruturas lesionadas, causando novos traumas”.

gettyimages

A consequência da falta de descanso para que a área do crescimento do osso se recupere totalmente é sua alteração e o fechamento precoce do ciclo de crescimento ósseo, ficando o atleta mais baixo do que o genéticamente programado para ele.

Tipo de corpo 

Outra característica comum a muitos atletas da ginástica olímpica é o fato de os ombros serem normalmente mais largos do que o quadril, além do tórax abaulado. Pablius Braga explica que essa característica tem como principal causadora a necessidade de uma musculatura peitoral, de braços e de ombros bem forte. “Esses atletas suspendem o corpo nas argolas e nas barras através dos membros superiores e precisam impulsionar o salto sobre o cavalo e no solo e na trave com os braços”, exemplifica.

gettyimages

As pernas também são importantes, mas acabam, por questões anatômicas e pelo trabalho de força, menores que os ombros.

Ginástica artística deixa a pessoa pequena sempre? 

O médico explica que, se a ginástica artística for vista como um hobby, um tipo de lazer ou mesmo como um meio para melhorar a qualidade e a aptidão física, dificilmente ela irá interferir no crescimento. Isso porque será dado ao corpo o tempo de intervalo para a adequada recuperação. Se esse for o caso, o especialista explica que uma boa idade para iniciar o treinamento é entre os 13 e os 14 anos, período em que o crescimento já está mais adiantado. 

gettyimages

Você viu? Ginasta é desclassificada e sofre ofensas por seu peso