null: nullpx
dor de cabeça-Tasaudavel

Suas dores de cabeça pioraram no calor? Entenda o motivo e saiba como amenizar

Para cada cinco graus a mais na temperatura, a ocorrência de dor de cabeça aumenta em cerca de 7%
Publicado 27 Jan 2023 – 01:35 PM EST | Atualizado 27 Jan 2023 – 01:35 PM EST
Compartilhar
Default image alt
Dores de cabeça realmente pioram em épocas de calor Crédito: FG Trade/iStock

Durante dias mais quentes, é comum a sensação de que dores de cabeça ficam mais frequentes e intensas que o normal - e isso não é apenas uma impressão. Segundo especialistas, a dor de cabeça piora no calor por uma série de motivos - e é inclusive indicado tomar alguns cuidados no verão e em dias mais quentes para contornar isso.

Por que a dor de cabeça piora no calor?


Conforme explica a médica Inara Taís de Almeida, neurologista e membro titular da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), estudos indicam que, para cada cinco graus a mais na temperatura do ambiente, a ocorrência de dor de cabeça aumenta em cerca de 7%.


Isso, segundo a especialista, acontece porque o corpo passa por uma série de mudanças para se adaptar à temperatura do ambiente - e, ainda que este seja um processo saudável, ele pode ter consequências negativas especialmente para quem já sofre com enxaqueca ou dores de cabeça frequentes.

“A razão da dor de cabeça ser mais frequente no verão é justamente porque o calor facilita a desidratação. E quando ficamos desidratados acontece uma alteração no metabolismo provocada pelo desequilíbrio de sódio e potássio no interior das células, o que pode ser um gatilho para dores pré-existentes”, diz a neurologista.

Além disso, a qualidade do sono pode ficar prejudicada por causa do calor e da mudança de rotina, bastante comum no verão. Tudo isso, segundo a médica, também tem potencial de influenciar na frequência das dores.


“Quando o sono não é bom, o corpo não consegue atingir o estágio mais profundo, chamado REM [movimento rápido dos olhos], sendo este o período em que o organismo regula as taxas hormonais. Se isso não acontece, os níveis de serotonina ficam alterados e ativam as dores de cabeça”, explica a médica.

Por fim, a especialista lembra que os dias mais quentes combinam com férias, festas, passeios e viagens que, muitas vezes, são regadas a bebidas alcoólicas que. Isso, por sua vez, causa desidratação, formando mais um gatilho para o aumento da cefaleia.

Como evitar ou aliviar


Conforme explica a neurologista, em épocas de calor - e especialmente em meio a períodos de férias -, é indicado tomar alguns cuidados. Para evitar que o calor piore as dores de cabeça, é indicado:


  • Evitar exposição direta ao sol (aposte em chapéus e sombras;
  • Aumente a ingestão de água;
  • Tente manter os horários habituais de dormir e acordar;
  • Busque manter a alimentação equilibrada, sem substituir a rotina saudável totalmente por alimentos pouco nutritivos.

Já caso as dores apareçam, além de apostar em um analgésico, a médica indica:

  • Fazer compressas frias na cabeça;
  • Descansar.

Dor de cabeça

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse