É possível ficar mais sábio com remédios naturais?

por | jan 20, 2012 | Saúde

O uso constante de certas ervas torna possível ficar mais sábio com remédios naturais. A promessa é de que ativam a parte do cérebro que dão a força necessária para mudar o próprio ser, fazendo com que se pense melhor e com maior amplitude sobre os acontecimentos e sentimentos, alcançando maior estabilidade emocional.

O estado psicológico de uma pessoa é um campo muito complexo, e quando predomina a falta de maturidade emocional, decorrente de um trauma, de problemas familiares, ou simplesmente, por falta de preparo para enfrentar a vida, o drama criado pode produzir situações aterradoras. Tudo isso pode ser sinônimo de turbulência, deixando a sabedoria bem longe das nossas atitudes. Problemas imaginários se transportam para o campo real.

Antes de citar as ervas que podem induzir o cérebro a ativar a sabedoria, é importante destacar que os remédios naturais trabalham de forma lenta, e são apenas “ajudantes” que vão proporcionar a mudança de comportamento, ou o padrão da psique.

Um dos remédios recomendados é a equinácea. Entretanto, há que utilizar a variedade angustifolia, que tem a cor um pouco mais púrpura, e é considerada mais intensa, e assim, mais indicada para este fim. Tem forte efeito calmante. Portanto, há que ponderar se é este o mais indicado para o seu caso, considerando que enquanto alguns precisam de mais calma, outros necessitam de remédios que produzam mais estímulo.

Para ser usada como remédio natural para a sabedoria, a equinácea deve ser consumida em doses altas. Recomenda-se 2 conta gotas cheios do extrato pelo menos 4 vezes ao dia, e durante vários meses. É mais indicada para aqueles que têm tendência a depressão, e que sofrem com mágoas que não são exteriorizadas. O tratamento, de maneira gradual, vai reverter esse quadro, deixando a pessoa com uma carga emocional mais leve, passando a ter atitudes emocionais muito mais positivas/sábias.

Outro remédio caseiro muito importante para se obter sabedoria é a arnica. Neste caso, deve ser usada em forma de tintura (uma espécie de extrato). 5 gotas diárias é o suficiente. A dosagem sempre varia para cada indivíduo, mas deve estar em torno desta quantidade para aqueles que estão com a sabedoria comprometida por conta de bloqueios emocionais, ou traumas.

Todavia, a ingestão de arnica nunca deve ser muito alta se não houver acompanhamento profissional, pois pode gerar efeitos colaterais desagradáveis. Entretanto, oferece um poderoso efeito de cura, principalmente para quem sofre com velhas emoções sufocando a alma.

E há, também, o hipericão, que é considerado uma luz solar para aqueles que estão com sentimentos negativos, ou sintomas depressivos e tristeza. Diz-se que beber chá de hipericão é despertar para a vida. Acorda a alegria. Deve-se consumir 2 conta gotas 2 vezes ao dia.

Em qualquer dos casos, pode-se consultar um herbalista antes de iniciar o tratamento. Em relação ao hipericão, por exemplo, não deve ser consumido por pessoas com distúrbios maníaco-depressivos.