null: nullpx
saúde mental-Tasaudavel

72% dos homens afirmam ter saúde mental boa ou ótima: entre mulheres, 55% dizem o mesmo

Apenas 55% das respondentes do sexo feminino relatam estar bem psicologicamente
Publicado 30 Jun 2022 – 09:48 AM EDT | Atualizado 30 Jun 2022 – 09:48 AM EDT
Compartilhar
Default image alt
Saúde mental em homens Crédito: Pheelings Media/iStock

Recentemente, uma pesquisa mostrou que homens e mulheres podem estar em situações bem diferentes quando se fala em saúde mental. De acordo com a enquete, realizada pela empresa On The Go Research, 72% dos homens consideram ter uma saúde mental boa ou muito boa, enquanto 55% mulheres se avaliam da mesma forma. Além disso, os motivos pelos quais homens e mulheres julgam importante manter-se mentalmente bem também são bem diferentes.

Pesquisa mostra diferenças na saúde mental de homens e mulheres


Com 405 voluntários de idades a partir dos 18 anos e moradores de todas as cinco regiões brasileiras, uma pesquisa recente trouxe dados interessantes sobre saúde mental entre homens e mulheres. Nela, 72% dos homens afirmaram ter uma saúde mental boa ou muito boa, enquanto o grupo de mulheres que se veem da mesma forma foi bem menor, chegando a 55%.

Em geral, a pesquisa também apontou que os homens declararam sentir-se menos cansados, irritados e inseguros que as mulheres, ao mesmo tempo em que são elas as que mais sofrem com problemas como ansiedade e depressão.

Além disso, há ainda diferença na motivação para estar bem: enquanto a maioria dos homens (45%) diz cuidar da saúde mental para "ter uma vida longa e com qualidade", a maior parte das mulheres (53%) citou que que "precisa ficar bem para cuidar da família".

Mais detalhes da pesquisa


Além do recorte de gênero, a pesquisa expôs também quais atividades contribuem para o bem-estar, segundo os entrevistados. Diante do questionamento, 76% das pessoas citaram a prática de exercícios físicos, 66% citaram a alimentação, 36% mencionaram a terapia, 31% falaram sobre sair com os amigos para descontrair, 24% citaram meditação e 17% dizem cuidar da aparência para sentir-se bem.

Em seus resultados, pesquisa revela ainda uma série de barreiras existentes em meio ao cuidado com a saúde mental. O dia a dia corrido e as responsabilidades cotidianas são os principais obstáculos para 43% dos jovens e solteiros. Outros 23% afirmam que psicólogos e psiquiatras são muito caros, seguidos por mais 23% que relatam não ter boas noites de sono e outros 19% que dizem não ter motivação para se cuidar.

Por fim, enquanto somente 44% dos jovens entre 18 e 24 anos relataram estar bem psicologicamente, 86% dos indivíduos com mais de 55 anos afirmaram viver um bom momento quanto à saúde mental. Entre os jovens, 73% relatam sentir ansiedade com frequência, enquanto 27% afirmam sofrer de transtorno de ansiedade.

Saúde Mental

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse