null: nullpx
ansiedade-Tasaudavel

Tratamento da ansiedade envolve também evitar 6 tipos de alimentos que pioram quadro

Publicado 26 Set 2019 – 05:59 PM EDT | Atualizado 26 Set 2019 – 05:58 PM EDT
Reações
Compartilhar

Além de técnicas de respiração e meditação, prática regular de exercícios físicos, apoio médico e, em alguns casos, uso de medicamentos, uma alimentação equilibrada também faz parte do tratamento da ansiedade

Sentir ansiedade é algo normal em certas situações, mas, quando as crises são recorrentes e sem motivos aparentes, é importante investigar o problema, que pode ser crônico.

Em seu perfil no Instagram, a nutricionista funcional e holística Valentina Slaviero lista os tipos de comidas que pioram os sintomas da ansiedade e explica por que eles devem ser evitados.

Alimentos que pioram a ansiedade

Açúcar: é muito comum sentir a necessidade de recorrer a alimentos doces quando estamos estressados ou ansiosos, mas o hábito só piora os sintomas. Isso porque, quando comemos açúcar, a insulina sobre e logo temos energia, mas este pico cai muito rápido também, agravando a ansiedade e o cansaço.

Neste caso, dê preferência a frutas doces, como banana, manga, morangos, além de cacau, por exemplo.

Cafeína: consumir mais do que 4 xícaras por dia de café, por exemplo, piora a ansiedade.

A cafeína em excesso desregula nosso ciclo circadiano e aumenta o cortisol (hormônio do estresse), nos deixando mais ansiosos e nervosos.

Sódio: presente não apenas no sal de cozinha, o elemento é bastante comum em grandes quantidades em produtos industrializados e temperos prontos.

O sódio aumenta adrenalina, que também leva a mais ansiedade, estresse e agitação.

Álcool: a nutricionista explica que as bebidas alcoólicas atrapalham a produção de serotonina, neurotransmissor do prazer, calma e bem-estar.

Além disso, o álcool desidrata o organismo e aumenta crise de ansiedade.

Gordura trans: presente em todos os produtos industrializados, como margarina, bolachas recheadas, entre outros, pode, quando consumida em excesso, piorar sintomas de depressão e ansiedade.

Glúten: por ser uma proteína muito grande e inflamatória, prejudica a saúde intestinal. Além disso, o glúten também possui atividade excitatória cerebral, piorando os sintomas comuns de ansiedade.

Informações da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que o Brasil é o segundo país no mundo com a maior taxa de prevalência de ansiedade crônica.

A condição, de acordo com Antônio Hélio Guerra Vieira Filho, psiquiatra no Hospital Sírio-Libanês, é um transtorno patológico caracterizado, basicamente, por medo desproporcional diante de situações que se está vivenciando.

Quando não tratada, a ansiedade pode afetar a saúde física e emocional, causando afastamento do trabalho, problemas familiares, isolamento social e comprometimento, como um todo, do bem-estar do paciente.

Como combater a ansiedade sem remédios

Reações
Compartilhar
RELACIONADO:ansiedade-Tasaudavel

Mais conteúdo de interesse