Estudo descobre relação entre saúde vaginal e chances de ter câncer de ovário

Mulheres que possuem baixos níveis de bactérias saudáveis ​​na vagina podem ter riscos maiores de desenvolver câncer de ovário, segundo uma recente pesquisa realizada pela University College London e divulgada pelo periódico científico Lancet Oncology.

O câncer de ovário é um quadro ginecológico com alto índice de mortalidade e o 3º mais comum em mulheres, segundo levantamento do Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo). De acordo com dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), no Brasil, são cerca de 6.200 mil novos casos ao ano.

Relação entre saúde da vagina e câncer de ovário

A ciência já descobriu que a comunidade de bactérias e outros micróbios que residem no nosso corpo (o microbioma) tem grande influência na saúde e no bem-estar e saúde. E, no caso das mulheres, a presença de uma espécie de bactéria benéfica é considerada particularmente importante na vagina: o lactobacilo.

A pesquisa avaliou a relação entre saúde vaginal e câncer de ovário contou com 176 mulheres com câncer de ovário, 109 com genes herdados de alto risco para a doença e 295 sem risco genético conhecido.

As participantes do estudo foram examinadas e as amostras foram colhidas usando o mesmo método de coleta usado na triagem cervical. Foi descoberto então que os níveis de lactobacilos foram significativamente menores nas mulheres com menos de 50 anos com câncer de ovário ou genes de câncer de alto risco.

Não está claro, no entanto, se esta relação é causal ou se outros fatores podem explicar os resultados, já que vários fatores podem influenciar o risco de câncer de ovário, assim como processos variados podem afetar a constituição de bactérias vaginais.

Os especialistas afirmam que, apesar de significativos, os dados precisam receber análises mais amplas e mais pesquisas são necessárias para entender melhor como o microbioma vaginal pode contribuir para o câncer de ovário.

A ginecologista Angélica Nogueira, presidente do Grupo Brasileiro de Tumores Ginecológicos, explicou em entrevista ao VIX que o câncer de ovário consiste em um tumor maligno alojado nos ovários e tem entre seus principais sintomas:

  • Inchaço
  • Saciedade logo no início da refeição mesmo consumindo pouca comida
  • Indigestão
  • Dor abdominal, pélvica ou nas costas
  • Diarreia ou constipação
  • Vontade de urinar com frequência
  • Cansaço excessivo
  • Perda apetite

Diante dos sintomas, a mulher pode realizar uma consulta com um ginecologista e, se houver suspeita, pode ser pedido um exame de imagem do abdômen total, como ultrassom, tomografia ou ressonância magnética, além de um exame de sangue específico, chamado CA1245.

Câncer de ovário