Saladas coloridas

por | jun 30, 2016 | Alimentação

Quando bate aquela vontade de comer algo gostoso, ninguém procura uma salada de rúcula com agrião para saciar a fome, certo? Doces, frituras e massas são os preferidos dos gulosos de plantão e mesmo quem segue uma alimentação regrada pode dar uma escorregada. Mas quem disse que esse prato precisa ser sem graça e que lembrar apenas dieta e privações? Uma saladinha é uma ótima pedida para o verão, ajuda a desintoxicar o corpo e pode ser muito saborosa, basta que se usem os ingredientes certos.

As verduras e legumes são alimentos funcionais, ou seja, possuem vitaminas e sais minerais que auxiliam o corpo a funcionar melhor. A sensação de saciedade proporcionada pelas fibras segura a fome e evita ataques compulsivos comuns a quem faz alterações na alimentação. Além disso, a maioria das folhas possui carotenóides, que são substâncias antioxidantes que atuam contra o envelhecimento precoce. Começar a refeição pela salada potencializa o efeito dos alimentos, melhora o trânsito intestinal e faz com que se coma menos os pratos mais calóricos.

Segundo o princípio da pirâmide alimentar, é necessário ingerir de 3 a 5 porções de legumes ou verduras por dia. Por isso, quanto mais colorida, mais nutrientes terá a salada. Você pode deixá-la mais saborosa acrescentando grãos (como quinoa e granola), carnes magras (como peito de peru e frango), temperos naturais (como orégano e pimenta-do-reino) e molhos leves (como os feitos com iogurte natural e limão). Um fio de azeite deixa o prato ainda mais saudável, pois esse tipo de gordura, sem excessos, faz bem ao coração. As frutas também são excelentes acompanhamentos para saladas. Pedaços de manga, abacaxi ou maçã dão um toque agridoce ao prato sem pesar nas calorias, experimente!

Verduras e suas propriedades:

Alface: Rico em fibras, contém vitamina C e betacaroteno.

Agrião: Rico em vitamina K e C.

Brócolis: Rico em ácido fólico e biotina.

Couve: Excelente fonte de vitamina C e ferro.

Escarola: Ótimo laxante natural, rica em vitaminas A, B2 e B5.

Espinafre: Fonte de ferro e acido fólico.

Repolho: Ótima fonte de vitamina C, pobre em calorias e rico em fibras.

Rúcula: Fonte de betacaroteno e vitamina C.

Legumes e suas propriedades:

Abobrinha: Possui 95% de água, por isso é ótima para manter o corpo hidratado, além de vitaminas A e, C.

Batata: Excelente fonte de carboidratos complexos e fibras quando consumida com casca. Possui vitaminas C e B6.

Berinjela: Tem pouquíssimas calorias, e proporciona uma sensação de saciedade, mas é pobre em nutrientes.

Beterraba: Fonte de folato e vitamina C.

Cenoura: Riquíssima em beta-caroteno, precursor da vitamina A, boa fonte de fibras e potássio.

Pepino: Possui 95% de água e é boa fonte de fibras, além de ter vtamina C e folato.

Frutas e suas propriedades:

Abacaxi: Excelente fonte de vitamina C, rico em vitamina B6, folato, tiamina, ferro e magnésio.

Banana: Boa fonte de potássio, possui vitaminas B6 e C.

Chuchu: Sim, ele é uma fruta! Fonte de ferro, magnésio, potássio, fósforo e cálcio.

Maçã: Possui poucas calorias e muitas fibras solúveis, que ajudam a reduzir o colesterol.

Manga: Ótima fonte de beta-caroteno, vitamina C, vitamina E, ferro e potássio.

Tomate: Boa fonte de vitamina A e C, folato e potássio. Contém licopeno, um antioxidante que combate o envelhecimento precoce.

ARTIGO RELACIONADO:

COMIDA FEMININA

Os alimentos que devem estar no prato da mulher