null: nullpx
água-Tasaudavel

Intestino: o melhor amigo da saúde > Primeiro passo: alimentação ideal

Publicado 30 Jun 2016 – 08:22 PM EDT | Atualizado 2 Abr 2018 – 01:38 PM EDT
Compartilhar

Nenhum dos tratamentos para regularizar o intestino é eficaz se não for acompanhado por uma reeducação alimentar. Uma alimentação inadequada ou pobre em nutrientes e fibras provoca problemas gastrointestinais, dificultando o processo natural de digestão, absorção e eliminação dos alimentos. "Comida rica em carboidrato simples, como pão branco, biscoito, massas e doce, e pobre em fibras, como frutas, verduras e cereais integrais pode prejudicar a função intestinal", ressalta a nutricionista Renata Valentini.

Então, para dar "aquela forcinha" ao intestino e, conseqüentemente ao restante do corpo, é bom seguir algumas dicas da especialista. "Para que o órgão funcione regularmente é necessário fornecer a ele fibras, água e praticar atividade física. Porém, se o indivíduo faz uso freqüente de antibióticos, antifúngicos, ou se ele tem alergia ainda não diagnosticada a algum alimento que insista em ingerir, a camada mucosa do intestino fica danificada e sua flora fica comprometida, interferindo na motilidade intestinal", esclarece Renata.

Se o paciente está com problema de sobrepeso ou obesidade, é mais interessante que seja realmente a água ou chás claros como erva doce, camomila, alecrim ou cavalinha, sem açúcar


Alguns alimentos, se não passarem corretamente por todo o processo de digestão, podem ser vilões e comprometer o bom funcionamento intestinal. "É necessário investigar se a dificuldade de digestão é devido a uma deficiência na produção de ácido clorídrico ou se é uma deficiência de enzimas digestivas. Ambos levam a passagem de macromoléculas ao intestino dificultando sua absorção e danificando a sua mucosa", explica a nutricionista, indicando alguns chás que ajudam na recolocação dessas enzimas, como chá de hortelã, alecrim, sálvia, canela, casca de abacaxi, erva-doce, todos com gotas de limão. "Acrescentar temperos como gengibre, alecrim e pimenta vermelha nos pratos também é interessante", completa.

Já nos casos de diarréia, o primeiro passo é reparar a mucosa intestinal danificada pelo episódio e recolonizar o intestino com bactérias "boas". Como? Renata Valentini recomenda o uso de pró-bióticos (microorganismos vivos). "Hoje encontramos em alguns mercados ou farmácias. Porém existem muitos outros pró-bióticos potentes com esta finalidade encontrados em casas específicas de suplementos nutricionais", diz.

A ingestão dos microorganismos vivos tem efeito direto não só no interior, mas como no exterior do paciente. Com a flora intestinal equilibrada, a pele fica mais bonita e com mais textura e o cabelo se torna mais brilhoso e menos quebradiço.

Manter uma dieta equilibrada não é um bicho-de-sete-cabeças. Para ajudar àqueles que sofrem com o mau funcionamento do intestino, a nutricionista preparou um cardápio simples e rico em nutrientes. "No desjejum, ingerir pão integral com suco de fruta ou ingerir fruta com granola. No meio da manhã e no meio da tarde, comer, mesmo sem fome, frutas que possam ser consumidas com casca (pêra, maçã) ou com o bagaço (ponkan, laranja). Tanto no almoço como no jantar, preferir grãos integrais (arroz integral, quinoa, lentilha, feijão, soja) e verduras, muita verdura!", ensina.

Outra atitude fundamental é a hidratação, de 8 a 12 copos de água por dia. Quanto à substituição da água por outro líquido, preste atenção os conselhos da especialista: "Se o paciente está com problema de sobrepeso ou obesidade, é mais interessante que seja realmente a água ou chás claros como erva doce, camomila, alecrim ou cavalinha, sem açúcar". Caso o paciente não esteja nesta condição, pode se hidratar com sucos naturais, pois os artificiais, sejam em pó ou de caixinha, danificam a integridade da mucosa intestinal devido à sua carga de aditivos químicos.

Renata Valentini alerta sobre a importância de uma boa alimentação diariamente para manutenção de um intestino saudável. Tomar bastante água também é fundamental. Um sem o outro pouco funciona. Porém, para dias de constipação, antes de recorrer aos métodos laxantes, a especialista dá uma receita: "Coloque no liquidificador: 1 xícara de mamão picado, 3 ameixas pretas sem o caroço, 1 colher de sobremesa de semente de linhaça dourada, ½ copo de água, ½ copo de suco de laranja natural já previamente espremida e apenas o suco de 1 limão. Bata e tome em jejum", conclui.

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse