null: nullpx
ciência-Tasaudavel

Vacina contra gripe em forma de adesivo: como funciona? Protege mesmo?

Publicado 29 Jun 2017 – 03:46 PM EDT | Atualizado 2 Abr 2018 – 09:32 AM EDT
Reações
Compartilhar

Pode ser que seu medo de agulha, caso tenha, esteja com os dias contados. Pelo menos se quiser ficar imune à gripe. Cientistas americanos desenvolveram um adesivo anti-gripe que tem o objetivo de substituir a vacina. A ideia é desenvolver um remédio que cause menos desconforto na aplicação e possa ser utilizado pelo maior número possível de pessoas.

Adesivo protege contra gripe

Como funciona?

O experimento desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia da Georgia e da Universidade Emory e financiado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA, injetou os componentes da vacina em agulhas minúsculas. O adesivo é formado por 100 micro agulhas, cada uma mede menos que um centímetro (0,65 cm, para ser mais exato), que são auto-aplicáveis.

Os voluntários precisavam apenas colocar o patch em alguma parte do corpo e pressionar sobre a pele por alguns minutos. Como efeitos colaterais, foram detectados apenas vermelhidão e coceira, mas nada muito preocupante ou duradouro. Tudo isso, somado aos resultados, empolgaram os cientistas.

Eficácia

Ao todo, cem pacientes se voluntariaram para participar dos testes. Parte deles tomou a vacina convencional e outra parte injetou o adesivo. Os resultados mostraram que a resposta imunológica foi bastante semelhante entre os dois tipos. 

Nadine Rouphael, principal investigadora do estudo e pesquisadora da Faculdade de Medicina da Universidade de Emory, disse ao jornal The Guardian que espera que o produto simplifique o acesso à vacina e amplie a cobertura de saúde. "Ter a opção de uma vacina que pode ser facilmente autoadministrada, sem dor, pode aumentar a cobertura e a proteção”.

Como se trata de um experimento em fase inicial, ainda não se tem notícia do preço ou comercialização do adesivo.

Mais informações sobre saúde

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse