null: nullpx
autismo-Tasaudavel

Jovem com autismo quebra preconceitos na web e coleciona conquistas: fará faculdade de medicina

Inteligente, direta e muito carismática, Raquel Sabino faz sucesso nas redes sociais com seus relatos sobre o transtorno
Publicado 22 Ago 2022 – 09:54 AM EDT | Atualizado 22 Ago 2022 – 09:54 AM EDT
Compartilhar
Default image alt
Raquel Sabino Crédito: Instagram/raquelneryof

Com mais de 1 milhão de seguidores no TikTok e 256 mil inscritos em seu canal no YouTube, Raquel Sabino vê crescer a cada dia não somente o número de fãs nas redes sociais, como também sua influência e relevância na internet.

Com apenas 20 anos, Raquel é estudante do curso de medicina e viraliza com conteúdo bem diferente dos publicados pela maioria das garotas de sua idade. Convivendo com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), a jovem faz vídeos que ajudam a quebrar mitos sobre a condição e fala abertamente sobre como lida com o quadro.

Dona de raciocínio rápido e de fala ágil e cativante, Raquel conquista os seguidores com seu humor e sua espontaneidade. A forma com a qual a jovem responde a perguntas de internautas, sempre direta e honesta, é realmente admirável.

Raquel usa suas redes para publicar os mais variados conteúdos, mas sempre procurando inserir assuntos que abordam o autismo. Em mais de uma postagem, por exemplo, a estudante de medicina falou sobre a “sinceridade autista”, algo que pode ser encarada por muitos como falta de educação, mas que é algo absolutamente normal entre pessoas com o transtorno.

Raquel Sabino aprendeu a ler com 3 anos de idade e, por isso, sempre ficou à frente dos colegas. Mas os primeiros anos na escola não foram fáceis para a jovem que, ainda sem saber que tinha autismo, sofria com o bullying.

Raquel só recebeu o diagnóstico de autismo em 2019, quando já estava com 17 anos de idade. Em um vídeo no YouTube, a estudante contou que nem ela nem sua família ficaram chocados ou chateados com a notícia.



Os testes realizados por Raquel ainda mostrariam que ela era superdotada. O assunto também já foi abordado pela jovem em um vídeo que fala de forma divertida que superdotação não é tudo: a prática e o empenho nas atividades também são muito importantes nos processos.

Raquel foi aprovada em Medicina por duas instituições diferentes: a primeira vez pela Universidade Federal da Paraíba, em 2020, e depois pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Além de estudar e dedicar seu tempo às redes sociais, a jovem também namora e diz que tem o sonho de casar e ter filhos.


Em um vídeo no TikTok, Raquel foi bastante direta e se mostrou muito segura e consciente ao afirmar que, apesar de se considerar muito independente, ela não pretende morar sozinha. A jovem conta que faz praticamente tudo sem ajuda, mas admite que não é capaz de viver sem qualquer suporte.

Sobre sair da casa dos pais, ela diz que pretende tomar tal atitude quando se casar, já que encara o processo como uma transição de deixar um lugar onde vive com pessoas que ela confia para outro ambiente igualmente acolhedor.

Transtorno do Espectro Autista

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse