null: nullpx
bem-estar-Tasaudavel

Síndrome do Pensamento Acelerado leva famosa ao hospital: quadro gera agitação e fadiga

O quadro, segundo psicóloga, corresponde a um fluxo incessante de pensamentos, algo que gera uma série de sintomas
Publicado 30 Set 2022 – 02:43 PM EDT | Atualizado 30 Set 2022 – 02:43 PM EDT
Compartilhar
Default image alt
Dani Russo revelou que teve de ser internada recentemente Crédito: @danirussotv/Instagram

Usando seu perfil no Instagram, a cantora Dani Russo revelou aos fãs que, recentemente, foi internada devido a problemas de saúde mental. Segundo ela, o diagnóstico foi de Síndrome do Pensamento Acelerado - e, a Tá Saudável, a psicóloga Monica Machado, fundadora da Clínica Ame.C, em São Paulo, explica tanto o problema quanto os sintomas físicos que ele pode causar, como crises de vômito, algo relatado pela funkeira na rede social.

Dani Russo se afasta das redes por Síndrome do Pensamento Acelerado


Ao se afastar do temporariamente do trabalho, a cantora Dani Russo usou as redes sociais para contar aos fãs que a pausa se deve a uma razão de saúde. “Sumi por motivos de saúde: Síndrome do Pensamento Acelerado, que gera crise de vômito”, declarou a famosa junto de uma foto na qual aparece em uma cama de hospital.

Na sequência, ela tranquilizou o público, afirmando que a situação está sob controle. “Já estou sendo medicada, já já está tudo ok. Mandem melhoras pra mim, família!”, pontuou.

Síndrome do pensamento acelerado: o que é


Conforme explica a psicóloga Monica Machado, fundadora da Clínica Ame.C, em São Paulo, a Síndrome do Pensamento Acelerado, também conhecida como SPA, não é considerada uma doença em si, mas sim um quadro relacionado, normalmente, a outros distúrbios, como o transtorno de ansiedade.

Em um quadro de SPA, o paciente tem um fluxo intenso de pensamentos sem que haja um conteúdo específico. Ele é definido pela quantidade e pela velocidade com que são produzidos pelo cérebro – algo que, segundo especialistas, está relacionado especialmente a estímulos externos.

Cada vez mais, o trabalho e a vida social cercados por tecnologia exigem a realização simultânea de tarefas e geram um fluxo intenso de informações ao alcance de um clique. Com isso, de acordo com a psicóloga, a mente chega a um esgotamento por não ter a capacidade de processar todos os estímulos, algo que gera sintomas não apenas psicológicos, mas físicos.


De forma geral, a SPA é algo mais comum entre pessoas que precisam se manter constantemente atentas e produtivas, como profissionais da área da saúde, jornalistas, professores, entre outras profissões. Pessoas que vivem em um ritmo acelerado, com pouco prazo para entregar suas demandas, estão bastante suscetíveis ao quadro.

Além disso, o excesso de informações, tarefas e estímulos sociais aos quais crianças e adolescentes são cada vez mais submetidos também pode desencadear quadros de SPA.

Sintomas e tratamento


Em geral, o fluxo acelerado de pensamentos e a falta de autonomia sobre eles pode gerar, do ponto de vista comportamental, os seguintes sintomas:


  • Busca incessante por informações e estímulos;
  • Agitação;
  • Impaciência;
  • Bloqueio criativo;
  • Dificuldade de concentração;
  • Irritabilidade;
  • Sensação de acordar cansado;
  • Insônia;
  • Problemas de memória;
  • Fadiga excessiva;
  • Pensamentos distorcidos;
  • Intolerância;
  • Mudanças de humor repentinas;
  • Insatisfação.


Estes, no entanto, não são os únicos sinais que o quadro de SPA dá. Além disso, de acordo com a psicóloga, é possível que sintomas psicossomáticos – ou seja, sintomas físicos derivados de males psicológicos – também afetem o paciente. É o caso das náuseas citadas pela cantora, bem como dores de cabeça, dores musculares, gastrite e queda capilar.

Conforme explica a psicóloga, o diagnóstico de SPA deve ser feito apenas por psicólogos ou psiquiatras, e ocorre a partir de relatos de sintomas e hábitos, ou com o auxílio de um questionário específico. A partir disso, o tratamento pode incluir psicoterapia, medicações e orientações para mudanças de hábito, incluindo maior organização no trabalho, pausas para descanso, limitação do uso de redes sociais e a prática de atividades manuais ou físicas.

Saúde e bem-estar

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse