null: nullpx
dores-Tasaudavel

Top 9 piores dores listadas por médicos

Publicado 30 Jun 2016 – 05:53 PM EDT | Atualizado 3 Abr 2018 – 09:17 AM EDT
Compartilhar

Enxaqueca, dor de dente, pedras nos rins, esses problemas são conhecidos por causar grande sofrimento e dores quase insuportáveis. Mas você já parou para pensar quais são as piores dores físicas. Confira a lista, de acordo com uma pesquisa feita com médicos pelo site especializado "Prevention":

Cefaleia em salvas

São crises de dor de cabeça forte que vêm agrupadas e são diárias durante um período que vai de dez dias a três meses. Em alguns casos, pessoas chegam a sofrer até 8 crises diárias.

Síndrome Dolorosa Complexa Regional

Trata-se de uma síndrome de dor em forma de queimação, que persiste após lesão nervosa traumática, associada a disfunção vasomotora e alterações tróficas tardias.


Cistite intersticial

É uma doença crônica que tem como característica principal dores na bexiga e na pelve. Pode variar de um desconforto até uma dor severa.

Neuralgia do Trigêmeo

O problema é caracterizado por uma dor muito forte que atinge um lado da face, dura segundos e depois desaparece. No entanto, ela geralmente volta com grande intensidade.


Neuralgia pós-herpética

O problema é mais comum entre idosos e caracterizada por dores persistentes que chegam a levar à depressão, alteração do humor e disfunção psíquica e física.

Câncer

Cânceres pancreáticos, tumores no cérebro e sarcomas são considerados os que mais acarretam dor e sofrimento aos pacientes.

Neuropatia periférica

Trata-se de uma condição que afeta os nervos periféricos e pode levar à morte. A doença pode ser causada por diabetes, alcoolismo, insuficiência renal crônica e vários outros fatores.


Lombalgia

Também conhecida como dor lombar crônica, não chega a ser uma doença, mas uma condição que, na maioria dos casos, é causada por problemas de postura.

Pedra nos rins

Também conhecida como cálculo renal, o problema pode provocar dor muito forte que começa nas costas e segue para o abdômen se manifestando em cólicas, ou seja, picos intensos de dor seguidos de alívio. 

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse