null: nullpx
olhos-Tasaudavel

Como evitar conjuntivite: 7 dicas para passar bem longe do problema

Publicado 6 Nov 2017 – 04:00 AM EST | Atualizado 20 Mar 2018 – 12:57 PM EDT
Reações
Compartilhar

A conjuntivite ocorre quando o tecido que envolve as membranas dos olhos, chamado conjuntiva, sofre uma infecção ou inflamação por excesso de poluição, falta de lubrificação e, claro, contaminação.

A condição pode ser viral, bacteriana e alérgica, sendo a última mais comum durante a primavera, e a viral, frequente no verão e no inverno. Já a conjuntivite bacteriana atinge mais crianças e não tem estação para aparecer.

Como a conjuntivite é transmitida

Tanto a conjuntivite viral quanto a bacteriana são transmitidas por meio do contato com mãos contaminadas por secreções do olho doente. Entre os principais sintomas estão vermelhidão, coceira, queimação e lacrimejamento na região, além de intolerância à luz e visão turva em casos mais graves.

Como evitar a conjuntivite com dicas simples

  • Lave bem as mãos com frequência
  • Use álcool 70% nas mãos após a limpeza
  • Evite coçar os olhos
  • Higienize sempre que possível objetos compartilhados, como teclados, controle remoto e telefones, por exemplo, com álcool 70%
  • Evite tocar objetos de locais públicos, como corrimão de escadas.
  • Não compartilhe objetos de higiene e uso pessoal, como colírios ou maquiagens
  • Evite contato direto com indivíduos infectados

Como tratar a conjuntivite

Uma vez diagnosticada, a conjuntivite deve ser tratada o mais rápido possível para evitar o agravamento do caso, que pode evoluir para lesões e danos sérios aos olhos e à visão.

O tratamento contra conjuntivite varia de acordo com o caso, mas normalmente exige uso de colírios específicos e até mesmo administração de medicamentos orais prescritos pelo médico. Enquanto isso é importante manter os olhos limpos e hidratados.

Sintomas e seus significados

Reações
Compartilhar
RELACIONADO:olhos-Tasaudavel

Mais conteúdo de interesse