null: nullpx
diabetes-Tasaudavel

Ao relatar impotência sexual e outros efeitos da diabetes, Datena ajuda a quebrar tabu

Publicado 7 Jun 2019 – 10:39 AM EDT | Atualizado 7 Jun 2019 – 10:39 AM EDT
Compartilhar

José Luiz Datena revelou alguns detalhes sobre sua convivência com a diabetes e foi bastante honesto ao revelar problemas íntimos que sofre devido à doença, como a impotência sexual.

O assunto é delicado e gera constrangimento a muitos homens, que, devido ao tabu, acabam não falando ou sequer se informando sobre o assunto.

Diabetes: o que é

Dividida em duas categorias, a diabetes tipo 1 é configurada pela perda de capacidade do pâncreas de produzir insulina devido a um defeito do sistema imunológico, levando a uma deficiência quase absoluta de insulina. Por isso, tais indivíduos precisarão usar insulina durante toda a vida.

A diabetes do tipo 2, a mais comum, ocorre pela combinação da diminuição da secreção de insulina e defeito na sua ação (resistência à insulina). Geralmente, a doença nesse caso é tratada com medicamentos, além de dieta alimentar e exercícios físicos.

Efeitos da diabetes em Datena

Em entrevista ao programa “Aqui na Band”, da Rede Bandeirantes, o apresentador da emissora revelou que a doença metabólica acarretou diferentes reações em seu corpo.

“Eu não tenho mais as ilhotas de langerhans, aquelas que produzem insulina”, explicou Datena ao falar da doença. No passado o apresentador já havia comentado que havia perdido metade do pâncreas devido à dependência alcoólica, o que acarretou problemas na produção da insulina.

O problema metabólico leva a um aumento na taxa de glicose no sangue e, consequentemente, dos níveis de açúcar e problemas de saúde. Além da impotência sexual, Datena listou outros efeitos que sente:

Impotência sexual

Um dos problemas citados por Datena causados pela diabetes foi a impotência sexual. “Mexe pra caramba. A pessoa vai ficando impotente. A dificuldade depois de um tempo, dependendo do grau de diabetes, é grande. Esse é um depoimento pessoal. Os remédios resolvem, mas dificulta pra caramba.”

A impotência sexual acontece pelo descontrole dos níveis de açúcar. Esse descompasso afeta a capacidade dos vasos sanguíneos relaxarem e contraírem, o que interfere no fluxo sanguíneo – fator essencial para a ereção do pênis.

Mas não é só o homem que sai prejudicado no sexo por conta da diabetes. Mulheres também são afetadas pela doença, já que a interferência no fluxo sanguíneo acarreta falta de lubrificação vaginal e ausência de orgasmo.

Vale lembrar, porém, que o quadro tem possibilidades de ser tratado e amenizado, tanto com mudanças no estilo de vida quanto através do uso de medicamentos e outras terapias. Assim, conversar abertamente com o seu médico sobre o assunto é fundamental para obter o tratamento correto.

Confusão mental

“Tem dias que você fica completamente zonzo. Eu desmaiei aqui na Band! Dependendo do medicamento que você usa, a dosagem, às vezes você fica tão confuso... Você acha que eu sou mané à toa?”, relatou Datena ao falar que a diabetes lhe prova confusão mental.

De fato, esse tipo de situação é comum para diabéticos devido à hipoglicemia. A baixa súbita dos níveis de açúcar no sangue impossibilita o corpo e o cérebro de funcionar plenamente e tal condição pode acontecer devido a um efeito colateral de alguns tipos de remédios usados para o tratamento da doença.

Mau humor

A diabetes, dependendo do tipo, provoca uma série de reações no corpo. No tipo 1, é comum sintomas como fome excessiva, sede, emagrecimento além do normal, fadiga, náusea, nervosismo e vontade de urinar; no tipo 2, fome, sede, infecções no trato urinário, demora na cicatrização de feridas, alteração na visão e formigamento de pés e mãos.

No caso de Datena, o apresentador que se diz um mal-humorado de nascença disse que a situação piorou muito depois da doença.

“Eu nasci mal-humorado, mas fiquei muito pior depois do diabetes. Porque eu acho que é um desiquilíbrio químico.”

Fraqueza pernas

Datena também relatou que a doença lhe trouxe um quadro de fraqueza e falta de sensibilidade nas pernas.

A falta de sensibilidade ocorre pela má circulação do sangue provocada pela diabetes, uma vez que as áreas mais afetadas por problemas no fluxo sanguíneo são as extremidades do corpo.

“Não sinto as pernas, do joelho para baixo, há dois anos. Apresento o programa sem sentir as pernas. Estou falando sério.”

O problema de má circulação gerado pela diabetes precisa ser controlado de perto junto ao médico, uma vez que uma de suas possíveis consequências é o pé diabético, lesões infecciosas geradas pelas alterações metabólicas decorrentes da doença que podem gerar úlceras e até amputação do membro e infecção generalizada.

Visão

Problemas de visão são um dos efeitos possíveis da diabetes e Datena já os notou. “Enxergo mal para caramba”, disse o apresentador.

A glicemia elevada tem efeito tóxico sobre os vasos sanguíneos da retina, parte do olho responsável pelo processamento das imagens que, com o passar do tempo, sofre alterações e pode falhar – o que pode levar à cegueira.

Diabetes: atenção com a doença

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse