null: nullpx
candidíase-Tasaudavel

1 passo + 1 receita de chá para exterminar a candidíase da sua vida

Publicado 26 Out 2018 – 10:31 AM EDT | Atualizado 26 Out 2018 – 10:31 AM EDT
Reações
Compartilhar

A candidíase é uma doença comum às mulheres. Ela está relacionada à proliferação de fungos que costumeiramente acontece em regiões úmidas e quentes, como as genitais femininas e até mesmo a boca. Apesar de ser mais frequente em mulheres, existe também a candidíase peniana em homens.

O principal agente causador da doença é o fungo Candida albicans, que já existe na flora vaginal da mulher, contudo em pequenas quantidades. Fatores que levam ao desequilíbrio do organismo estão diretamente relacionados à causa da doença, como uso de medicamentos e alterações do sistema imunológico. A candidíase tem com sintomas corrimentos esbranquiçados, ardência, coceira e dor durante a relação sexual.

Alimentação e candidíase

Como é uma doença relacionada à imunidade do corpo, uma boa alimentação é o primeiro passo para manter o organismo equilibrado e protegido da proliferação descontrolada de fungos. Os alimentos que ajudam a curar a candidíase são aqueles que fortalecem o sistema imunológico, melhoram a flora intestinal e ajudam no controle do pH vaginal, como frutas e verduras, gorduras boas, sementes e alimentos fermentados, como kombucha e kéfir.

A nutricionista Fernanda Granja publicou receitas de chás milagrosos para evitar crises com a candidíase, mas afirma que a boa alimentação tem que andar lado a lado para que o tratamento dê certo.

Receita de chás para curar candidíase

Chá de alecrim

Usado na forma de chás (infusões) e tinturas preparados com as folhas secas ou frescas. A planta é rica em substâncias antifúngicas e seu consumo ajuda no combate e na prevenção contra a Cândida Albicans.

Chá de orégano

Os principais constituintes ativos, 90% deles encontrados no óleo, são dois agentes fenólicos, o carvacrol e o timol, responsáveis pelos efeitos antifúngicos e antimicrobianos. O carvacrol possui a propriedade de inibir o crescimento da Cândida albicans e o timol estimula a resposta imune. Em pesquisas in vitro, a concentração de 0,25 mg/ml foi capaz de inibir completamente o desenvolvimento da Cândida albicans. Pod ser utilizado no tempero, mas no chá há um maior resultado.

Dica extra: Óleo de coco

Rico em ácido cáprilico (cerca de 7% da gordura do coco) e ácido láurico (cerca de 50% da gordura do coco) que tem como metabólito a monolaurina, uma das substâncias com ação antifúngica, e que não afeta as bactérias da flora intestinal probiótica. Estudos mostram sua ação efetiva contra a Candida albicans. Indico usar de maneira tópica ou para ingerir.

Saúde íntima

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse