null: nullpx
hpv-Tasaudavel

Vacina contra HPV será oferecida a meninos entre 12 e 13 anos

Publicado 11 Out 2016 – 02:57 PM EDT | Atualizado 20 Mar 2018 – 12:57 PM EDT
Reações
Compartilhar

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (11) que a vacina contra o HPV será distribuída também para meninos com idade entre 12 e 13 anos. Atualmente, são vacinadas as meninas com idade entre 9 e 13 anos.

Vacina contra HPV para meninos

A partir de 2016, o Ministério da Saúde passou a oferecer duas doses da vacina de HPV para as meninas ao invés das 3 anteriores, algo que, segundo o órgão, é considerado igualmente eficaz. Essa economia permitiu o investimento necessário para oferecer a vacina para os meninos.

O custo total das 6 milhões de doses foi R$ 284 milhões. A expectativa é de vacinar 3,6 milhões de meninos em 2017 e prevenir doenças como câncer de pênis, ânus, garganta, além de câncer de colo do útero e vulva, uma vez que a vacinação do público masculino, por diminuir a circulação do vírus, protege também em partes o público feminino.

Outra novidade anunciada pelo Ministério da Saúde é a distribuição da vacina contra meningite do tipo C para adolescentes.

Faixa etária contemplada 

A vacina contra o papilomavírus humano será oferecida, em 2017, aos meninos com idade entre 12 e 13 anos. A proposta é que a faixa etária seja aumentada de forma gradual, contemplando meninos entre 9 e 13 anos.

As meninas de 14 anos que não foram vacinadas anteriormente também poderão se vacinar gratuitamente em 2017, uma vez que o Ministério da Saúde está ampliando a faixa etária para 9 a 14 anos entre as pessoas do sexo feminino.

Tipo de vacina 

A vacina oferecida é a quadrivalente, a mesma administrada nas meninas desde 2014. Ela protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18 do HPV.

Doses 

A vacinação será feita em duas doses, com intervalo de 6 meses entre elas.

Quando começará a valer? 

A vacina poderá a ser encontrada nos postos de saúde a partir de 2017.

Vacina para homens portadores do HIV 

A vacinação estará disponível também para homens com idade entre 9 e 26 anos que possuem o vírus HIV. Anteriormente, só mulheres com essa idade podiam receber a imunização. Nesse caso, o esquema vacinal inclui 3 doses.

Importância da vacinação contra HPV para meninos

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil será o primeiro país da América Latina e o 7º do mundo a introduzir a imunização contra HPV para meninos. A medida visa não apenas proteger o homem contra câncer de pênis, ânus e orofaringe e verrugas genitais, mas diminuir a transmissão do vírus entre as pessoas, reduzindo também os cânceres de vulva e colo do útero.

"É preciso lembrar que o homem é o principal transmissor do HPV para as mulheres”, explica a médica Marilene Lucinda, responsável pelo setor de vacinas do grupo Hermes Pardini.

O motivo pelo qual os meninos serão vacinados é que ainda não se deu o início da vida sexual e, portanto, eles provavelmente ainda não foram expostos ao HPV. Por outro lado, a vacina pode ter benefícios mesmo depois de uma infecção contra HPV, pois ela protegerá contra outros sorotipos do vírus.

Por fim, a especialista explica que a vacina não substitui o exame preventivo e o uso de preservativos durante o sexo, uma vez que a imunização não protege contra todos os tipos de HPV.

HPV

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse