null: nullpx
câncer-Tasaudavel

Tumor removido de Sabrina Petraglia é alerta para um dos cânceres mais letais em mulheres

Em seu Instagram, a atriz desabafou recentemente sobre ter sido operada após descobrir um tumor
Publicado 30 Nov 2022 – 10:26 AM EST | Atualizado 30 Nov 2022 – 10:26 AM EST
Compartilhar
Default image alt
Sabrina Petraglia revelou ter descoberto um tumor no ovário Crédito: @sabrinapetraglia/Instagram

Usando as redes sociais, Sabrina Petraglia fez um alerta recentemente após descobrir um problema de saúde que a levou à mesa de cirurgia. Após três gestações, a atriz descobriu um tumor em um dos ovários - e usou a situação para lembrar sobre o quão silencioso pode ser o câncer neste órgão.

Sabrina Petraglia revela descoberta de tumor no ovário


Recentemente no Instagram, a atriz Sabrina Petraglia surpreendeu ao revelar ter sido diagnosticada com um tumor. Segundo ela, o tumor estava no ovário, foi descoberto durante de exames de rotina no período pós-parto e, apesar de aparentar ser benigno, foi retirado.

“Minha médica achou prudente retirar esse tumor porque o câncer de ovário é silencioso e eu tenho histórico da minha mãe, muito forte. Minha mãe trata até hoje um câncer. Então ela resolveu tirar e mandar para a análise”, afirmou Sabrina, que agora aguarda os resultados da análise do tumor retirado para confirmar se ele é ou não benígno.

Assista ao vídeo da atriz:


Câncer de ovário: sintomas, estatísticas e mais


O câncer de ovário é, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o segundo tipo mais comum de câncer ginecológico. Na maior parte das vezes, ele surge em células epiteliais (que revestem o órgao), mas também pode se dar a partir de células germinativas (que formam os óvulos) ou estromais (que produzem parte dos hormônios femininos).

Segundo pesquisas, o câncer de ovário é a segunda maior causa de mortalidade por tumores ginecológicos - e, conforme explicado por informações da Sociedade Brasileira de Patologia (SBP), o motivo para a alta letalidade deste tipo de tumor está no quão silencioso ele tende a ser.

Em estágios iniciais, o câncer de ovário não costuma trazer sintomas perceptíveis e não há, até o presente momento, um método eficaz de rastreamento. Assim,é muito comum que este tipo de câncer só seja diagnosticado em estágios avançados, quando já se espalhou para outras partes do corpo.


Outro ponto que não contribui para o diagnóstico precoce é que, em geral, os sintomas de câncer de ovário são inespecíficos. Segundo o Inca, ele pode causar:


  • Pressão na região abdominal;
  • Dor pélvica;
  • Inchaço no abdômen, nas costas ou nas pernas;
  • Náuseas;
  • Indigestão;
  • Gases;
  • Alterações intestinais (prisão de ventre ou diarreia);
  • Cansaço constante.


Idade avançada, problemas de fertilidade, ausência de gestações ao longo da vida, menarca precoce, menopausa tardia, fatores genéticos e histórico familiar são todas questões que podem gerar risco aumentado de ter câncer de ovário, segundo o Inca.

Quanto à prevenção, a instituição aponta atenção aos fatores de risco, manutenção do peso, e consultas regulares com o ginecologista, especialmente após os 50 anos ou quando há histórico familiar de câncer de ovário.

Mais sobre câncer ginecológico

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse