Óleo de alecrim: benefícios e como fazer

por | mar 27, 2014 | Saúde

Nativo de vegetações mediterrâneas, o alecrim é utilizado há muitos séculos tanto na gastronomia quanto na medicina alternativa. Refrescante e estimulante, o óleo obtido das flores dessa planta também pode ser utilizado, além do chá, como remédio natural para uma série de desconfortos e problemas no corpo e na saúde.

Leia também:
Chá de folha de freixo contra a retenção de líquido
B
rahmi para melhorar a memória e a concentração
Ó
leo de tamanu para combater estrias

Como usar óleo de alecrim

Alguns dos principais usos do óleo essencial de alecrim estão relacionado a sua ação estimulante para melhorar a memória, a concentração, além de aliviar dores de cabeça. Na pele, esse produto ajuda a aliviar os sinais de acne e celulites, enquanto no couro cabeludo, as propriedades do alecrim ajudam no combate à caspa, além de promover o crescimento dos fios.

Como medicamento alternativo, esse óleo de pode ser útil para quem sofre com enxaquecas, pressão baixa, retenção de líquidos e incômodos no aparelho respiratório. Além disso, a massagem com esse óleo também ajuda a melhorar a circulação, tem efeito calmante e diurético.

Óleo de alecrim para problemas emocionais

Assim com o chá feio com essa planta, óleo de alecrim também conta com propriedades calmantes para aflições emocionais. Estimulando o córtex adrenal, esse produto é capaz de aliviar os sintomas da depressão e da exaustão nervosa.

Como preparar

Ingredientes:

  • Azeite de oliva
  • Flores de alecrim

Modo de preparo

Lave bem o alecrim e deixe-o secar. Encha um recipiente com as flores já secas e adicione azeite de oliva até cobri-las completamente. Tampe o recipiente e deixe a mistura descanso em um local escuro por pelo menos um mês. Antes de utilizar o óleo, peneire.