null: nullpx
COVID-19-Tasaudavel

Névoa mental tem mudado raciocínio das pessoas após Covid-19: médico explica quadro

Parte do conjunto de sintomas da síndrome pós-Covid, a névoa mental se manifesta em dificuldades de tomar decisões, problemas de memória e mais
Publicado 24 Mai 2022 – 05:06 PM EDT | Atualizado 24 Mai 2022 – 05:06 PM EDT
Compartilhar
Default image alt
Sinapses no cérebro Crédito: libre de droit/Getty Images/iStockphoto

Ainda bastante misteriosa, a síndrome pós-Covid ou Covid longa inclui uma série de sintomas que se manifestam em diferentes partes do corpo, e um dos mais comuns é a chamada névoa mental. Entenda o que é a névoa mental, de que forma ela afeta o dia a dia de quem apresenta o problema e o que já se sabe sobre as causas deste conjunto de sintomas cognitivos.

Névoa mental pós-Covid: médico explica


O que é a névoa mental?
Ao longo da pandemia de Covid-19, especialistas e órgãos de saúde no mundo todo passaram a notar algo peculiar sobre o que acontece com o corpo após o organismo se recuperar do quadro. Isso porque, para cerca de 20% das pessoas que tiveram Covid-19, diversos sintomas da doença persistem por meses e até anos enquanto outros surgem – e um deles é a névoa mental.

Junto de problemas como falta de ar, alterações no paladar e no olfato, cansaço, entre outros, a névoa mental é um dos quadros que vem sendo ligado à síndrome pós-Covid ou Covid longa. Segundo o neurologista Leonel Takada, este nome define um conjunto de sintomas cognitivos – e isso significa que, a partir de algum tipo de prejuízo às funções mentais, o indivíduo apresenta alterações na forma como realiza ações, resolve problemas, toma decisões, etc.

Sintomas da névoa mental



Segundo Takada, que faz parte do Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento (GNCC) e do Centro de Referência em Distúrbios Cognitivos (CEREDIC), a névoa mental se manifesta especialmente em aspectos como raciocínio e memória. “Ela inclui dificuldade para se concentrar, encontrar palavras, raciocinar, tomar decisões”, afirma o médico, pontuando que, como consequência destes sintomas, o paciente tende a ter boa parte da vida prejudicada.

“Esta névoa mental pode causar sérias consequências na qualidade de vida e na capacidade de trabalhar, pois os sintomas acontecem no dia a dia. Muitos comentam sobre a dificuldade que outras pessoas têm de entender que uma pessoa que aparenta estar muito bem, muitas vezes não consegue tomar decisões ou raciocinar adequadamente para exercer trabalhos de alta demanda cognitiva”, detalha o neurologista.

Ocorre só após quadros graves de Covid?
Assim como outros sintomas da síndrome pós-Covid, a névoa mental está, segundo Takada, ligada tanto a casos leves da doença quanto a quadros mais graves. Isso significa, portanto, que quem teve poucos sintomas da infecção durante a fase aguda dela também tem chances de desenvolver o problema cognitivo.

O que causa a névoa mental?



Assim como outros sintomas da Covid longa, especialistas ainda não chegaram a uma conclusão sobre o que causa o quadro, incluindo a névoa mental. Segundo Leonel Takada, porém, há algumas suposições tanto sobre o que pode estar despertando o quadro quanto sobre o que já está descartado como causa.

Conforme explica o médico, o vírus causa, direta ou indiretamente, uma reação inflamatória no tecido cerebral, gerando, por consequência, efeitos deletérios sobre os neurônios. Isso, por sua vez, significa que o funcionamento do cérebro fica, de forma geral, prejudicado diante da inflamação deste tecido.

Apesar disso, porém, Takada afirma qe não há sinais de que o Sars-CoV-2 afete diretamente os neurônios ou cause a morte destas células, algo que também resultaria nos sintomas citados. Isso, por sua vez, é bom, já que a ausência de lesão neuronal sugere um bom prognóstico a médio e a longo prazo.

Tratamento
Ainda que o prognóstico seja positivo, especialistas ainda estão pesquisando formas de eliminar ou melhorar os sintomas da névoa mental pós-Covid. “Não existe ainda uma medicação que possa ser utilizada nesses casos, e o uso da reabilitação cognitiva ainda carece de comprovação científica de benefício”, afirma o neurologista. Em alguns casos, porém, a névoa mental melhora com o tempo, sem interferências.

Covid-19: informações úteis

Compartilhar

Mais conteúdo de interesse