Curar feridas com pomada natural de calêndula

por | mar 7, 2014 | Saúde

Ela já faz parte de uma série de produtos da indústria de cosméticos é conhecida pelo seu poder hidratante para a pele e cabelos. Mas a calêndula, flor do “bem me quer mal me quer”, originária da Europa, traz uma série de outros benefícios para tratamento de problemas no corpo.

Leia também:
Combater dores musculares com óleo de andiroba
C
Omo clarear pele queimada de sol
C
onselhos para tirar manchas da pele

Além de tratar dores menstruais, desconfortos gástricos, dores de garganta e resfriados, umas das maiores vantagens da calêndula está em sua potente ação cicatrizante, antibacteriana e anti-inflamatória, que, por meio de uma pomada natural, pode ser utilizada para ajudar a curar ferimentos, hematomas, assaduras, queimaduras e acnes. Vale lembrar que a pomada não deve ser aplicada em feridas abertas ou sangrando ou em queimaduras recentes. O efeito da calêndula está relaciona à aceleração da cicatrizações lentas.

Como fazer pomada de calêndula

Você irá precisar de:

  • Cerca de 70g (1 punhado) de flores de calêndulas frescas ou 35g de flores secas
  • 200g de vaselina

Modo de preparo

Aqueça a vaselina ao fogo baixo e coloque as flores. Rapidamente, a vaselina ficará com aspecto líquido e oleoso. Ferva a mexa a mistura. Em seguida coloque a pomada e musselina e pressione bastante. Espere esfriar antes de utilizá-la.

Como plantar e cultivar a flor

O principal fator para cultivar calêndula é ter uma local que a luz solar incida frequentemente, isso porque a flor necessita de, ao menos, 4 horas de exposição ao sol por dia. O solo deve ser bem adubado e rico em matéria orgânica. Para acelerar o processo, adquira as mudas prontas (o plantio das sementes é demorado). A planta precisa ser regada a cada dois dias e, no verão, diariamente.