Como o coronavírus evoluiu no Brasil até chegar a 100 mil casos em 67 dias

por | maio 4, 2020 | Saúde

Após 67 dias da confirmação do primeiro infectado no País, o Brasil ultrapassou a triste marca dos 100 mil casos de coronavírus neste domingo (3). Segundo dados do Ministério da Saúde, são 101.147 pacientes e 7.025 mortes por COVID-19 confirmados em território nacional.

A seguir, veja a evolução dos casos de SARS-CoV-2 no País desde que foi identificado pela primeira vez por aqui, em fevereiro de 2020.

Evolução do coronavírus no Brasil desde que chegou no Brasil

Primeiro caso de coronavírus no Brasil

O primeiro caso de COVID-19 foi identificado em São Paulo. O paciente era um idoso que havia estado na Itália a trabalho entre os dias 9 e 21 de fevereiro e retornado da Europa com sintomas típicos da doença, como febre, tosse seca, dor de garganta e coriza.

O caso foi confirmado em 26 de fevereiro de 2020 e se tornou o primeiro divulgado pelo Ministério da Saúde após dois testes terem resultados positivos – um pelo Hospital Israelita Albert Einstein e a contraprova pelo Instituto Adolfo Lutz.

Transmissão comunitária

Com o aumento dos casos e sem conseguir mais rastrear a origem da contaminação, o Ministério da Saúde passou a registrar e classificar os primeiros casos de transmissão comunitária do SARS-CoV-2 no Brasil em 13 de março.

Isso significava que a transmissão do novo coronavírus não dependia mais de casos “importados” de países afetados para se disseminar no território nacional.

Como resposta, o Ministério da Saúde anunciou um conjunto de medidas e recomendações para conter novos casos de COVID-19, como o incentivo ao trabalho remoto.

Primeira morte por COVID-19 no Brasil

A primeira morte por COVID-19 aconteceu em São Paulo também. Em 16 de março, um homem de 62 anos faleceu em decorrência da infecção por SARS-CoV-2.

Em coletiva de imprensa na época, o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip, afirmou que o paciente estava internado em um hospital particular da cidade de São Paulo e fazia parte da população mais vulnerável para COVID-19, já que era idoso e também apresentava diabetes e cardiopatia. Ele não tinha histórico de viagem recente.

Mil casos de coronavírus no Brasil

Poucos dias depois da primeira morte por COVID-19, em 21 de março, o Brasil ultrapassou a faixa dos mil casos de coronavírus no País. Segundo boletim do MS da data, o país contabilizava 1.128 pacientes com COVID-19. Naquela época, os óbitos pela doença somavam 18 vítimas.

Isolamento social

Como medida para conter o avanço do coronavírus pelo país, alguns estados e municípios decretaram o isolamento social para a população. São Paulo foi um deles.

Desde 24 de março, o estado vive sob regras de quarentena, em que apenas serviços considerados essenciais podem funcionar. Para conter aglomerações, vias da capital paulista foram parcialmente bloqueadas, parques foram fechados e o uso de máscaras é obrigatório por todas as pessoas do estado que circularem em espaços públicos.

Desde que foi implantada no estado, porém, a quarentena não tem tido a adesão desejada, que, segundo o governo, deve ser de 70% da população para evitar o colapso do sistema de saúde. Em 30 de abril, três dias antes de o País atingir a marca dos 100 mil infectados, o índice de isolamento social no estado foi o menor registrado até então: 46%.

Oficialmente, o Brasil não está em quarentena. A determinação pode mudar conforme a epidemia evoluir por aqui. A recomendação de especialistas e de agências sanitárias é sair de casa somente quando necessário.

10 mil casos de COVID-19 no Brasil

A marca de 10 mil casos de pacientes com COVID-19 foi atingida em 4 de abril, exatamente um mês antes de chegar a 100 mil.

Segundo o Ministério da Saúde, na ocasião, o País contabilizava 10.278 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus. O número de mortos era de 432 na época.

50 mil casos de COVID-19

A última sexta-feira de abril foi a data em que o Brasil ultrapassou os 50 mil casos de coronavírus. Ao todo, em 24 de abril, eram 52.995 pacientes com COVID-19. O número de óbitos era de 3.670 pessoas.

100 mil casos de COVID-19 no Brasil

Foi no último domingo (3) que o Brasil atingiu a marca dos 100 mil casos de COVID-19 em território nacional., com 7.025 pessoas mortas pelo vírus.

Segundo dados do Ministério, os cinco estados que registram mais casos e óbitos são, respectivamente:

  • São Paulo (31.772 casos; 2.627 óbitos);
  • Rio de Janeiro (11.139 casos; 1.019 óbitos);
  • Pernambuco (8.643 casos; 652 óbitos);
  • Ceará (8.370 casos; 663 óbitos);
  • Amazonas (6.683 casos; 548 óbitos).

Coronavírus