Cerveja como remédio natural

por | ago 22, 2011 | Saúde

A cerveja como remédio natural pode justificar porque o brasileiro gosta tanto “daquela geladinha” ao fim do dia. Se o vinho é a bebida amplamente divulgada como “boa” para a saúde, digamos que a cerveja não está recebendo a devida justiça. Mas podemos destacar pelo menos 5 razões para que abra uma cervejinha com intuito de melhorar a sua saúde.

Pesquisadores americanos, por exemplo, defendem que beber cerveja (de forma moderada) reduz o risco de doenças cardíacas. A explicação é simples: o álcool aumenta o colesterol bom, o HDL, o que faz com que as artérias coronárias não endureçam, sendo enrijecimento das artérias apontado como um dos principais responsáveis pelo ocorrência de ataques cardíacos.

Conforme o estudo realizado na Holanda pelo TNO Research Institute, que avalia nutrição e alimentação, aqueles que são bebedores frequentes de cerveja contém um nível de vitamina B6 30% maior que aqueles que não são. E diga-se de passagem, este valor nutricional é o dobro do proporcionado pelo vinho.

O American Journal of Epidemiology publicou que o risco de desenvolver pedras nos rins é 40% menor nas pessoas de meia idade que bebem cerveja com frequência. Apesar de não identificarem qual o componente da bebida responsável por esta questão, o número é tido como impressionante.

E para as mulheres a bebida nacional número 1 gera ainda mais benefícios. O consumo moderado ajuda as mulheres de meia idade a preservar suas faculdades mentais. Conforme pesquisadores da renomada Universidade de Harvard, a cerveja também auxilia a preservar a densidade óssea, fator imprescindível para as mulheres que estão avançando na idade.

Para além disso, através dos estudos realizados, constatou-se que o lúpulo contém flavonóides com propriedades semelhantes ao estrogênio. Com isso, beber cerveja pode ser uma maneira natural para as mulheres fazerem uma reposição de hormônio.

E o mais surpreendente é o benefício da cerveja contra o câncer. Um composto encontrado no lúpulo, o xanthohumol, ajuda a inibir as enzimas que podem desencadear a ação das células cancerígenas. O composto está sendo avaliado, onde há grandes esperanças de descobrir um tratamento preventivo para o câncer de cólon, e também o de próstata.

Apesar de todas essas informações, não vale exagerar! O consumo moderado equivale a 2 latas de cerveja de 350ml duas vezes por semana.