null: nullpx
câncer-Tasaudavel

Câncer grave que influencer descobriu após dor na barriga pode começar com azia

Publicado 26 Mar 2018 – 05:12 PM EDT | Atualizado 21 Mai 2018 – 09:26 AM EDT
Reações
Compartilhar

Nara Almeida era famosa nas redes sociais devido a sua beleza e estilo encantadores. Em agosto de 2017, tudo mudou ao ser diagnosticada com câncer de estômago. Depois disso, a modelo deixou de postar fotos de looks e passou a compartilhar as dificuldades do tratamento com seus mais de 3 milhões de seguidores no Instagram.

A história e a luta de Nara inspiraram muitas pessoas, que acompanharam o tratamento da influencer. Contudo, após uma piora no quadro, ela veio a falecer em 20 de maio de 2018. A morte foi anunciada pelo namorado da modelo, que ficou ao lado dela em todos os momentos - e o relacionamento também se tornou fonte de inspiração nas redes.

Influencer luta contra câncer de estômago

A jovem de 24 anos contou que sentiu o primeiro sintoma de câncer de estômago no início de 2017. "Eu vinha sentindo muitas dores no estômago e vivia uma semana me sentindo bem e outra me sentindo mal. Às vezes, tinha que ficar na cama, vomitava tudo, tomava remédio e tudo ficava bem novamente e eu voltava com minha vida normal...", escreveu em uma postagem.

A jovem já tinha recebido o diagnóstico de úlcera gástrica, mas os medicamentos para o quadro não surtiam efeito.

No meio do ano, Nara sentiu uma dor tão forte que desmaiou durante um banho: ela não comia nada há dois dias devido ao desconforto e vômitos recorrentes..

"Lembro de quando eu saí do banho olhei e no espelho. Nunca vou esquecer do susto que levei ao ver meu estado, porque estava muito, muito magra", disse.

A influencer foi internada e, após exames, recebeu o diagnóstico de tumor no estômago.

Antes da doença, Nara tinha 55 quilos, mas depois atingiu os 43 quilos. Para que pudesse se alimentar, os médicos colocaram uma sonda que vai do nariz até o estômago.

Chance de cura do câncer de Nara Almeida

Nara passou por sessões de quimioterapia que provocaram diversos efeitos colaterais e a fizeram perder ainda mais peso, chegando a 41 quilos.

Apesar do tratamento, o tumor progrediu e obstruiu a passagem para o intestino, prejudicando ainda mais a alimentação.

"Os médicos me deram a confirmação de que meu caso se agravou, não tem mais possibilidades de cura, o que me deixou totalmente sem chão. Mas, mais uma vez eu repito pra vocês “É SÓ UMA FASE", tenho certeza de que isso não será meu fim, acredito num futuro lindo pra mim", publicou.

UTI

Algum tempo depois, a jovem voltou a fazer quimioterapia e passou por sessões de radioterapia e imunoterapia com o objetivo de diminuir o tumor, o que não foi possível. Mesmo assim, foi realizada uma cirurgia para colocar uma sonda em sua barriga, retirando a do nariz.

Nara foi para a UTI após sentir dificuldade em respirar.

O estado de saúde era grave, o quadro foi piorando, ela chegou a ter reações alérgicas aos remédios. Em 24 de abril usou as redes sociais para comemorar o início de um novo tratamento. "Hoje começa uma nova fase na minha luta contra o câncer. Finalmente vou tomar a primeira dose de imunoterapia!! Depois de muitos exames e muita preparação meus médicos encontraram um medicamento que vai me fazer realmente bem e tenho a chance de salvar minha vida"

O quadro, porém, seguiu piorando e Nara não resistiu. A morte foi confirmada pelo namorado de Nara, Pedro Rocha, em 21 de maio de 2018.

"Infelizmente a Nara faleceu na noite passada, depois de tanta luta minha vontade era tê-la pra sempre, mas ela merecia descansar. Sua morte deixa um vazio enorme no meu coração, mas ela vai viver pra sempre dentro de mim, será sempre minha inspiração, me fazendo enxergar o mundo de uma maneira melhor. Tenho certeza que ela vai continuar transmitindo sua força pra muita gente, porque esse era o objetivo dela. Descanse em paz meu amor."

Câncer de estômago

O tumor de estômago é um dos tipos de câncer mais frequentes, contabilizando mais de 20 mil casos anuais no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

O problema tem alto índice de mortalidade - é a segunda doença cancerígena que mais mata no mundo - porque gera sintomas discretos na fase inicial, o que faz com que o diagnóstico ocorra somente quando o tumor está avançado.

Sintomas

O cirurgião do aparelho digestivo Amir Charruf, do Hospital Moriah, explica que os principais sintomas de câncer de estômago na fase inicial são:

  • Estômago estufado;
  • Queimação e azia;
  • Dor no abdômen;
  • Perda do apetite.

Conforme o quadro avança, pode haver:

  • Perda de peso;
  • Dificuldade em se alimentar;
  • Dor abdominal intensa;
  • Anemia;
  • Vômitos ou fezes com sangue.

Já no quadro mais avançado, os sintomas são:

  • Icterícia;
  • Aumento do volume abdominal;
  • Presença de gânglios nas axilas e acima da clavícula.

Tratamento

Existem diversos tratamentos para o problema, os quais são definidos de acordo com o quadro clínico do paciente.

Entre os principais, estão quimioterapia, radioterapia, imunoterapia, cirurgia e medicamentos.

Câncer de estômago: saiba mais

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse