Alecrim ajuda no combate à candidíase

por | abr 4, 2014 | Saúde

Ao longo da vida, cerca de 80% das mulheres sofrem com a infecção causada pelo fungo Cândida Albicans. Se você já teve ou costuma ter esse problema, saiba que o alecrim é um poderoso remédio natural contra a candidíase.

Leia também:
Cura natural para a candidíase
Ó
leo de alecrim: benefícios e como fazer
A
lecrim, uma planta digestiva

Embora possa ser tratada com medicamentos, a mudança na alimentação também ajuda no combate à infecção e é aí que os poderes medicinais do alecrim entram. Rico em substâncias antifúngicas, o consumo da erva ajuda no combate e prevenção contra à Cândida Albicans. Alguns outros alimentos, como cebola e orégano, também são ricos em propriedades antifúngicas e auxiliam no processo de recuperação.

O que não consumir

Enquanto o alecrim faz bem, outros alimentos podem agravar ainda mais a doença. Por isso, evite o consumo de alimentos ácidos como o tomate, que pode alterar o PH vaginal, além dos carboidratos que, por serem ricos em açúcares, aumentam as chances de proliferação do fungo.

Causas da candidíase

Na maioria dos casos, a candidíase está associada à queda de imunidade e ao uso excessivo de medicamentos, como antibióticos e anticoncepcionais. Além disso, mulheres grávidas e alérgicas também estão mais suscetíveis ao fungo. Mesmo não sendo considerada uma DST (Doença Sexualmente Transmissível), a candidíase pode, sim, ser transmitida durante relações sexuais.

Sintomas

Mulheres com coceira vaginal, corrimento branco e ardor na hora de urinar devem ficar atentas, pois esses são alguns dos sintomas da candidíase. Já no caso dos homens, é comum que apareçam pequenas manchas vermelhas no pênis e coceiras.