null: nullpx
álcool-Tasaudavel

Álcool, carne vermelha e muito sal podem, comprovadamente, aumentar risco de câncer

Publicado 21 Set 2017 – 06:00 AM EDT | Atualizado 15 Mar 2018 – 02:18 PM EDT
Reações
Compartilhar

Vícios, maus hábitos, sedentarismo e, claro, alimentação, são fatores que comprovadamente estão relacionados ao aparecimento ou piora de doenças graves. O consumo excessivo de carne vermelha, sal e bebidas alcoólicas, por exemplo, é bastante comum entre os brasileiros e pode, segundo estudos, aumentar o risco de câncer.

Carne vermelha em excesso pode causar câncer

Os estudos científicos mais recentes apontam que comer carne vermelha em demasia pode aumentar em até 35% o risco de câncer de intestino grosso. Além disso, as carnes processadas, como como bacon, linguiça e salsicha, são ricas em nitritos e nitratos, substâncias que, em contato com o estômago, geram um processo que pode levar à formação de tumores.

De acordo com especialistas, consumir carne vermelha até três vezes por semana é um hábito considerado seguro para a saúde. É válido, no entanto, sempre procurar alternar a ingestão de carnes vermelhas com aves e peixes para garantir melhor equilíbrio ao organismo.

Combinados, os diferentes tipos de carne que poderiam suprir as necessidades nutricionais de um adulto devem ficar entre 100g e 120g por dia.

Sal pode ser responsável por câncer de estômago

Alimentos muito salgados e/ou que são preservados em sal costumam ser uma das principais causas de câncer de estômago, de acordo com pesquisas médicas. Estudos indicam, por exemplo, que um em cada sete casos de câncer gástrico poderia ter sido evitado se o consumo de sal fosse moderado e limitado à quantidade diária recomendada.

Segundo orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a ingestão de sódio é considerada segura em menos de 2 gramas por dia, o equivalente a 5 gramas de sal. No Brasil, porém, levantamentos mostram que um adulto consome, em média, mais do que o dobro desta quantidade diariamente.

Álcool pode provocar vários tipos de cânceres

Se você costuma exagerar nas doses, saiba que os efeitos do álcool vão muito além de uma desagradável ressaca do dia seguinte. Cientistas já associaram a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas a um significativo aumento de risco de diversos cânceres, como o de boca, esôfago, garganta, fígado, próstata e pâncreas, por exemplo.

Um estudo recente chegou a mostrar que o consumo de álcool é causa direta de pelo menos sete tipos de câncer e que aproximadamente meio milhão de mortes pela doença foram causadas pela ingestão exagerada de bebidas alcoólicas, ou seja, 5,8% das mortes por câncer em todo o mundo.

Luta contra o câncer

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse