11 comentários que pessoas com depressão têm pavor de ouvir: evite fazê-los

por | jun 27, 2018 | Saúde

A depressão é uma doença bastante complexa que afeta não somente o paciente, mas também familiares e amigos, que nem sempre sabem como agir diante do problema. Mesmo com as melhores das intenções, muitos comentários e frases ditas para quem sofre com a condição podem ter até efeitos nocivos. Saiba o que você nunca deve dizer a uma pessoa deprimida:

Comentários que não devem ser feitos a uma pessoa com depressão

Shutterstock
  • “Seja mais otimista que você conseguirá acabar com a depressão”
  • “Sorria mais! Você não sairá dessa se passar todo o tempo chorando”
  • “Todo muito fica triste de vez em quando. Relaxe que isso vai passar”
  • “Esse seu estado de depressão pode ser falta do que fazer. Procure uma distração”
  • “Sinceramente, eu não sei como te ajudar”
  • “Pare de agir como um louco”
  • “Tenha paciência que tudo vai ficar bem”
  • “Não entendo por que você está agindo dessa forma”
  • “Você sofre demais. Apenas pare de se preocupar tanto com a vida”
  • “Você tem tudo! Não sei por que vive tão triste”
  • “Você deveria ter mais gratidão. Tem muita gente vivendo pior do que você no mundo”

Como ajudar uma pessoa com depressão

ShutterStock

Antes de recorrer a frases de efeito e que podem deixar a pessoa com depressão ainda pior, procure compreender o problema. Mostre que entende o sofrimento dela e que está disponível para auxiliar no que for possível. Aposte, por exemplo, em comentários como:

  • “Você não está sozinho. Estou aqui por você”
  • “Eu entendo: você tem uma doença real que causa esses pensamentos e sentimentos”
  • “Pode ser difícil acreditar, mas seus sentimentos mudarão com o tratamento certo”
  • “Você é uma pessoa muito importante para mim”
  • “Não tenha medo. Nós passaremos por isso juntos”
ShutterStock

Além do apoio moral, demonstre de forma objetiva como pretende ajudar. Em vez de apenas aconselhar, se ofereça para acompanhar a pessoa em consultas médicas ou mesmo em tarefas do dia a dia.

Em todo o mundo, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, 7,6% da população adulta é diagnosticada com a doença.

Tristeza constante sem motivo claro ou específico que se manifesta durante a maior parte do dia, durante pelo menos duas semanas, ansiedade, cansaço, falta de prazer em tarefas cotidianas, diminuição da libido, perda de memória e falta ou excesso de sono são alguns dos sintomas mais comuns de um quadro de depressão.

Depressão e ansiedade